Chave do Destino - Dragonlance

Welcome to your campaign!
A blog for your campaign

Wondering how to get started? Here are a few tips:

1. Invite your players

Invite them with either their email address or their Obsidian Portal username.

2. Edit your home page

Make a few changes to the home page and give people an idea of what your campaign is about. That will let people know you’re serious and not just playing with the system.

3. Choose a theme

If you want to set a specific mood for your campaign, we have several backgrounds to choose from. Accentuate it by creating a top banner image.

4. Create some NPCs

Characters form the core of every campaign, so take a few minutes to list out the major NPCs in your campaign.

A quick tip: The “+” icon in the top right of every section is how to add a new item, whether it’s a new character or adventure log post, or anything else.

5. Write your first Adventure Log post

The adventure log is where you list the sessions and adventures your party has been on, but for now, we suggest doing a very light “story so far” post. Just give a brief overview of what the party has done up to this point. After each future session, create a new post detailing that night’s adventures.

One final tip: Don’t stress about making your Obsidian Portal campaign look perfect. Instead, just make it work for you and your group. If everyone is having fun, then you’re using Obsidian Portal exactly as it was designed, even if your adventure log isn’t always up to date or your characters don’t all have portrait pictures.

That’s it! The rest is up to your and your players.

View
Khur - Particularidades
Região da aventura

Khur é uma nação situada no leste de Ansalon, a oeste de Balifor e ao norte de Silvanesti. É o lar do povo Khur, que se baseia em árabes do mundo real e organizado em sete tribos diferentes. Sua nação não é estranha à influência estrangeira; Durante a Guerra da Lança, o Dragão Verde do Império Dragão invadiu a nação antes de ser expulso.

Nos últimos anos, os Cavaleiros das Trevas estabeleceram alianças com certas tribos e cidades, e um afluxo de elfos refugiados de Silvanesti tornou a vida interessante. Depois de se recuperar de estar sob o olho feroz de Malystryx, a região está passando por um senso de unidade, como tribos Khurish procuram deixar de lado velhos ódio em face de influências estrangeiras mais prementes. Além de Khurs nativos, muitos cidadãos das cidades são os descendentes de oficiais de Dragonarmy, e assim há uma população de Cavaleiros de Neraka considerável na nação.

As tribos Khur são um grupo cultural único e distinto em Ansalon. Eles têm pele bronzeada e cabelo preto encaracolado, e são um pouco mais curtos do que o típico humano. Khurrish homens possuem traços aquilino distintivo e olhar bastante feroz, enquanto as mulheres Khurrish são exóticas e entre as mais belas em Krynn. A exposição aos desertos resiste à pele de Khurrish, dando-lhe a textura do couro pela idade média atrasada.

View
Asthor Lança-Real [Lança-Ardente]
Breve histórico

Natural de Khur, filho de Lança Ferro,  líder da tribo nomades Hachakee, Lança-Ardente nasceu e criou-se em um dos lugares mais inóspitos de Krynn, nas areias escaldante das Terras Ardentes.

Desde cedo rebelava-se contra as imposição que a Raiva Vermelha colocava sobre as terras de seu povo e assim ganhou o gosto pela luta e pela lança. Aos 18 anos já comandava incursões contra os exercitos monstruosos do Dragão Vermelho, assim como ajudava os povos necessitados que haviam perdido tudo na guerra.

Aos 25 anos firmou casamento com Vau Fogo, e teve seus 2 primeiros filhos nascidos sob a mais festivas cerimônias. Mas a guerra estava longe de acabar, com seus filhos ainda bebês, uma incursão de Malystrix naquela noite tirou seu primeiro amor, Vau Fogo morreu queimada com um mero sopro da Dragoa Vermelha.

Angustiado e resignado, Lança-Ardente fez uma aliança inusitada com os Cavalheiros de Solamnia, unindo forças de sua tribo com os cavalheiros para proteger as terras desoladas de seu povo.

Durante suas campanhas pelos desertos trouxe para o povoado um bebe, seu terceiro filho homem, nunca falou sobre sua mãe mas exigiu que fosse tratado como igual pelo seu povo.

Depois de anos de aliança foi convidado para comandar uma ordem especial na Cavalaria e foi quando se mudou para a capital, deixando seus filhos para serem criados na tradição Hachakee por seus pais, mas nunca deixou de ama-los ou visita-los.

Em Solamnia, sua audácia como guerreiro o fez subir rapidamente nos postos da Cavalaria, ainda com  35 anos já era um renomado comandante, e esposo da Lady Tisha, filha de um importante comerciante da cidade, havia encontrado um novo brilho em vida, ela tinha os melhos olhos de fogo de sua falecida esposa assim como lhe deu mais 4 filhos, 3 fortes garotos e uma menina. 

No meio da alegria da extensão de sua linhagem também havia sofrimento, a menina misteriosamente nasceu muito fraca, diferente de seus irmãos, morreu ainda bebê. Uma linda menina de olhos verdes, a mãe não sobreviveu ao parto. Trazendo solidão novamente a agora Asthor Lança-Real, nome assumido e concebido pela honra e merito da cavalaria.

Seus filhos cresceram e sempre tiveram a forte presença do pai, que sempre os reunia todos os anos. Mesmo em meio a sua familia, Asthor sempre carregava um semblante triste e cansado, e nunca passava mais de uma semana entre os seus, sempre na urgência da guerra ou preocupado demais para ficar em apenas um lugar.

A 5 anos ele se afastara avisando que iriam demorar para se encontrar, ele precisava se encarregar de uma missão que seria apenas seus fardo, deixando apenas saudade entre seus filhos e mais nenhuma notícia.

Lança Ardente (Nômade do Deserto)

Lança Ardente durante as guerras nos desertos.

Cavaleiro Asthor Lança-Real

Cavaleiro de Solamnia Asthor Lança-Real

View
Ponta do Vento
Torre de observação abandonado

View

I'm sorry, but we no longer support this web browser. Please upgrade your browser or install Chrome or Firefox to enjoy the full functionality of this site.